Evangelhos

“Irmãos, quero que saibam que o evangelho por mim anunciado não é de origem humana. Não o recebi de pessoa alguma nem me foi ensinado; ao contrário, eu o recebi de Jesus Cristo por revelação.” Gálatas 1.11

Eu coloquei a palavra evangelho no plural propositalmente, porque o cenário de hoje é justamente esse, há muitos e muitos evangelhos Cada igreja tem moldado o evangelho de Cristo à maneira que lhe apraz. Existe o evangelho da justiça, o evangelho da prosperidade, o evangelho da cruz, o evangelho do amor, o evangelho do milagre. É claro que a justiça, a prosperidade, a cruz, o amor, o milagre, fazem parte do Evangelho verdadeiro, mas não se resume só em um deles. Por isso quero mostrar através da Bíblia como o Evangelho de Cristo é completo por causa do próprio Cristo.

Assim como Paulo falou em Gálatas, o verdadeiro Evangelho não vem dos homens, nem pode ser por eles moldado, mas tudo o que conhecemos dele vem da revelação que temos de Cristo. É Ele quem nos revela a sua palavra. Portanto não podemos dizer qual evangelho pregado pelas igrejas está certo ou errado, é simples: se a revelação não vem de Jesus, é falso e pronto.

Muitas igrejas pregam o evangelho da justiça, ou seja, creia ou vá para o inferno. De fato Jesus diz em Marcos capítulo 16 versículo 16: “Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.” – e nós sabemos que isso é real, mas abordar uma pessoa não crente dessa forma, incentiva-a a crer em Deus por medo, pesando que Deus é um mostro horroroso que vai te matar, e isso nós sabemos que não é verdade por que Deus  é justo, mas acima de tudo Deus é amor. E o que seria de nós se não fosse o amor e a misericórdia de Deus? Estaríamos todos condenados. Mas por amor Deus enviou seu filho pra morrer por nós e assim proporcionou a nós intimidade com Ele.

Mas não é porque Deus é amor que Ele é permissivo. Ele nos Deus ordem que devemos cumprir por amor ao seu nome. Por isso é infundado o evangelho da permissividade que diz que podemos fazer o que quisermos porque Deus nos perdoa. É justamente por que Deus nos ama que Ele nos perdoa. Porém para se obter o perdão é necessário confessar o pecado, e só há confissão verdadeira quando nos arrependemos, e quando há arrependimento há abandono de pecado (1Jo 1.9). Por isso se você tem um pecado de estimação, preste atenção é necessário que você se arrependa e confesse seu pecado ao Senhor para que Ele o perdoe. Não acredite na permissividade e libertinagem pregada por ai, Deus é amor, mas também é justiça.

E é exatamente porque Deus nos ama que Ele nos concede bens e milagres. E tudo isso só vem quando cremos. Não acontece como é muitas igrejas dizem, Deus não é seu empregado pra dar o que você quer e na hora que quer. Ele não deixa seus filhos desamparados, Ele supre as nossas necessidades e dá aquilo que precisamos. Assim como está escrito em Mateus 6 versículo 33 busquemos primeiramente o Reino de Deus e a sua justiça que todas essas coisas nos serão acrescentadas. Notem que esse texto de Mateus fala sobre comida, roupa e bebida, ou seja, essas coisas nos serão acrescentadas quando buscarmos a Deus.

Muitos de nós erramos em buscar os milagres, a prosperidade, a justiça e o amor que Deus pode oferecer quando deveríamos buscar o Deus de milagres, o Deus da prosperidade, o Deus da justiça, o Deus do amor. Portanto não busque somente as bênçãos do Evangelho de Deus, busque o Deus do Evangelho. Busque a Jesus que é o princípio, o meio e o fim do Evangelho verdadeiro.
Porque tudo é dEle, por Ele e para Ele. A Ele a glória para sempre amém!

Bjos Boa semana a todos..Deus abençoe!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chega de mornidão!

A Graça é de Graça

Crer sem Ver