A Essência é Jesus

Arte e Adoração - Cruz“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no principio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele e sem Ele nada do que foi feito de fez.” João 1.1-3

Diante de alguns acontecimentos no meio evangélico e também pelo que vejo nas igrejas pelo mundo a fora, Deus me levou a pensar durante essa semana sobre esse tema: “A essência é Jesus”.

João começa seu evangelho chamando Jesus de “Verbo” (grego Logos). A Bíblia nos mostra que Jesus é a sabedoria de Deus e a perfeita revelação do mesmo (1 Co 1.30; Ef 3.10 e 11; Cl 2.2 e 3; Jo 1.3-5, 14.18; Cl 2.9). João nos mostra que Jesus preexistia com Deus, ou seja, é uma pessoa distinta de Deus, mas que vive em perfeita comunhão com Ele. E foi através de Jesus que todas as coisas foram feitas e existem. Ou seja, Jesus é a essência de toda criação, é o motivo de todos nós existirmos, é Ele quem nos mantém, Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida (João 14.6). Ele é a Essência da nossa fé.

Ultimamente tenho visto a igreja de Cristo sendo atacada e destruída por todos os lados, porque deixamos de lado a nossa Essência, deixamos de lado a busca pelo Senhor e a busca pelo conhecimento do Senhor, falta nos conhecimento da Palavra de Deus e do próprio Cristo (Oséias 4.6).

Gabamo-nos muitas vezes porque temos uma bela igreja, temos um belo grupo de amigos evangélicos, subimos aos púlpitos e falamos eloquentemente sobre a Palavra de Deus, pensamos estar no mais alto lugar que se pode chegar, porque ministramos na vida de pessoas. Mas a minha pergunta é: O que de fato estamos ministrando? – não nos atentamos para isto porque pensamos que falar de Deus e de sua palavra é suficiente para tocar vidas, mas não é. É necessário ter a vida sobre o altar de Deus de tal forma que sua intimidade com o Senhor transborde para outras vidas, é necessário compreender que Jesus é a essência de tudo que falamos, cantamos ou ministramos, é necessário ter a essência que é Jesus, mas o que nós vemos são líderes hipócritas, com a vida cheia de pecado e falsidade ministrando maldição na vida de pessoas que precisam dessa essência, que vão as igrejas em busca de algo que nem elas mesmas sabem o que é, mas nós sabemos e não vivemos a essência. É óbvio que Deus pode usar a sua vida mesmo que ela seja cheia de pecados e hipocrisia, e Ele vai usar porque Ele é Deus e tem seus propósitos, afinal Ele usa quem Ele quer inclusive as pedras e as jumentas (Lc 19.40 e 2Pe 2.16).

Há tempos que tenho visto membros da Igreja de Cristo, se orgulhando por aquilo que recebeu de Deus, assim como o povo de Israel que quanto mais crescia, mais se perdia em seu orgulho (Oséias 13.6), muitas vezes nós quanto mais crescemos quanto ao conhecimento teológico da Bíblia mais nos orgulhamos disso, mas o que não entendemos é que a vida com Deus é muito mais do que o simples aprendizado ou o “decoreba” da Bíblia, a vida com Deus está no dia a dia. Não basta só falar, tem que viver. Não basta conhecer tem que praticar. A Bíblia diz em 2 Coríntios capítulo 10 versículos 17 e 18: “ Contudo ‘quem se gloriar, glorie-se no Senhor’, pois não é aprovado aquele que se recomenda, mas aquele a quem o Senhor recomenda.” E tem que ser assim mesmo, se há alguma glória em nós ela se chama Jesus Cristo, Filho do Deus Vivo, não há nada de bom em nós seres humanos que possamos oferecer, tudo o que temos e somos vem do Senhor e volta pra Ele. Se Deus te deu um dom, um talento é para a Glória do Senhor, então o use para o Senhor não para beneficiar a si próprio.

Às vezes quando eu leio a Bíblia e vejo a vida de tantos profetas e homens de Deus que sofreram pelo nome do Senhor, que foram martirizados por proclamar as Boas Novas, que foram rejeitados porque tinham a Essência, eu percebo o quanto é mais simples pra nós nos dias de hoje e no país em que vivemos, viver a verdadeira Essência e falar dela. Então eu me pergunto por que nos perdemos tanto tempo com coisas fúteis quando tudo o que temos que fazer é viver conforme aquilo que o Senhor quer; tudo o que temos que fazer é conhecer a Essência de Deus e sermos achados nela (João 15.5).

Enquanto nós membros do corpo de Cristo não nos atentarmos para isso, enquanto nós deixarmos de buscar a Essência e viver por ela, continuaremos sendo atacados e destruídos. Somente quando vivermos o cristianismo real na sua mais pura Essência que é Jesus, o mundo reconhecerá que Cristo é o Senhor, que Deus é o Criador e que o Espírito Santo é o Consolador.

Quando deixarmos de tomar posse de uma glória que não é nossa, Deus virá e transformará essa Terra, por amor a nós seus servos fiéis e amados.

A minha oração é para que nós membros da Igreja de Cristo possamos nos unir, e juntos conheçamos e prossigamos em conhecer e viver a Essência que é Jesus (Oséias 6.3).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus Espírito Santo

Armadura de Deus: Capacete da Salvação

Armadura de Deus: Escudo da Fé