Irritação

"Sejam prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se" (Tg 1:19).

"Irai-vos, e não pequeis..." 
(Ef 4:26).

Já reparou como as pessoas andam parecendo bombas-relogio hoje em dia, a explodir à qualquer momento? Falta de paciência em todo canto, todos a andar nervosos e irritados. Em condução pública é o grannde exemplo não se pode esbarrar em alguém que já está atacando as palavras como pedras, sem contar naquelas vezes que levam a agressão literalmente.

É irritação porque acordou cedo, porque está atrasado, porque tem que trabalhar, porque tem que estudar, porque simplismente acordou de mau-humor. Irritação tem sido o sobrenome de muitas pessoas.

A irritação é um estado, é a ação do irar-se. E a ira necessariamente não é pecado, mas sim como agimos à base dela. Exemplo: Jesus irou-se pela forma em que defamavam o louvor no templo de Deus (Jo 2:13-18), porém Ele não pecou! Ao dar lugar a Ira, ela poderá destruir a comunicação e acabar com relacionamentos, além de arruinar a alegria e saúde de muitos.

A ira se torna um pecado quando é causada por motivos egoístas (Tg 1:20). Quando ela permanece por muito tempo (Ef 4:26-27). Quando permitimos com que transborde sem limites, e todos presentes acabam se "machucando". Quando nosso estado de irritação gera consequências irreparáveis. A ira também se torna um pecado quando o que está irado se recusa a se acalmar, e acaba guardando rancor ou mágoas dentro de si (Ef 4:26-27).

Não é isso que Jesus nos ensina, a Sua base é o amor, que deve dominar todas as circunstâncias em que o cristão esteja envolvido. Ele falou sobre amor no relacionamento entre irmãos, no casamento, no falar e amor no tratamento dos inimigos (Mt 5).

Essas situações que Jesus coloca são bem reais em nossos dias. Em todas elas podemos ser vitoriosos evitando a irritação, quando lembramos que pertencemos ao Reino de Deus. Ao vermos que Deus tem controle sobre tudo, Ele é bom e justo, e podemos confiar que Aquele que conhece tudo e vê tudo vai agir justamente.

"É Jesus quem nos capacita a viver os seus ensinos para sermos felizes. Jesus pacifica nossa irritação!"

Então não acumule amargor, só te fará perder o controle (Ef 4:26-27). Compartilhe o que está lhe incomodando, fale com amor! Ataque o problema, não a pessoa (Ef 4:29,31). Aja, não reaja! (Ef 4:31-32), agir impulsivamente é agir com a carne, ao pararmos pra refletir respondemos de acordo com o que agrada a Deus, é agir com o Espirito Santo de Deus.

Para o cristão, uma das maiores conquistas é aprender a conter-se. Confiemos nEle para nos dar seu fruto, o "dominio próprio". Superar isso não é fácil, nem é da noite para o dia, não é no fim desse post que "opaa mudei meu temperamento", mas reconhecendo o erro, se achegando ao Senhor e estando disposto a mudar, a transformar seu coração, chegará à vitória! Deixe Deus orientar sua vida! Essa sempre é a melhor decisão!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus Espírito Santo

Armadura de Deus: Capacete da Salvação

Armadura de Deus: Escudo da Fé