Adoração é Arte

Louvor do coração
A música, no contexto cristão, tem como objetivo conquistar o interesse de Deus atraindo o seu olhar e coração para o nosso meio, edificando-lhe um trono de louvores para que se sinta à vontade e livre para apenas receber nossa admiração, amor e adoração, ou envolver-nos completamente com a sua irresistível e inefável presença.

Deus não consegue resistir a uma verdadeira e apaixonada adoração; ele sempre se manifesta e, não há nada que supere o prazer de se perder no aconchego do seu abraço não buscamos a sua mão, e sim a sua face.

 Temos aprendido que ” a busca pelas bênçãos nem sempre gera intimidade, mas a busca pela intimidade sempre gera bênçãos”. E como Davi disse em Salmos 37.4: ” Deleita-se (sinta muito prazer) no Senhor e ele concederá os desejos do teu coração”.

É prazeroso, real e divertido; nosso noivo, Jesus, é tremendo, o melhor, e a sua alegria é a nossa força! Por intermédio da pregação direta e sem desculpas da Palavra de Deus e de ensinamentos bíblicos que nos dizem respeito à verdadeira adoração; aquela que Deus procura.

Precisamos almejar ser segundo o coração de Deus. E em função disto, necessitamos aplicar a sua santa Palavra às nossas vidas diariamente, lembrando-nos que a Palavra de Deus é um mapa que nos conduz a algo melhor – nos conduz ao Deus da palavra… ( Sl 119.105) – por meio do incentivo ao cântico novo.

A Bíblia nos instrui a cantarmos ao Senhor em mais de (200) duzentos lugares. Repetidamente enfatiza o cântico novo. Ele não está apenas interessado na canção ou no poema que você decorou há um mês, ou há dez anos. A Bíblia diz que ele está interessado é na verdade que está no seu íntimo ( Sl 51.6). Ele deseja beber dos rios de adoração que fluem do seu interior e estes rios podem ser envoltos por música gerando, assim, um novo cântico, um cântico seu baseado num amor tão intenso que você não consegue ficar sem expressá-lo.

Certa vez, eu li uma descrição da palavra “adoração” que me fez irromper em alegria, dizia: "Adoração é a arte de expressar o seu coração".

Vivemos expressando o nosso coração no dia a dia e se isto já é algo tão natural por que não o fazermos na adoração por meio da espontaneidade de uma dança, nova canção, pintura, ou malabarismo?

Aos seus pés

David M. Quinlan


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus Espírito Santo

Armadura de Deus: Capacete da Salvação

Armadura de Deus: Escudo da Fé